Sobre perfis atrativos de startups

Publicado originalmente no LinkedIn de Filipe Ferminiano, Managing Director na Zmes

As startups sempre chamaram atenção pela sua capacidade de inovar e mudar a maneira como vivemos. Não é à toa que grandes empresas investem em muitas delas para expandir mercado, garantir retornos financeiros ou até mesmo se modernizar.

Na semana passada, a Forbes publicou um levantamento muito interessante feito pela CNI – Confederação Nacional da Indústria que mostra quais perfis de startups têm mais atraído esse tipo de investimento.

O mapeamento mostra que 49,2% das empresas brasileiras que têm faturamento anual acima de R$ 300 milhões realizam ou já realizaram corporate venture capital. A maior parte delas (75%) busca negócios que estão mais maduros e avançados.

Mas mesmo as startups em estágio inicial têm espaço. Há pouco tempo, falei por aqui sobre como as healthtechs estão despertando cada vez mais interesse dos investidores e essa pesquisa comprova esse ponto: elas aparecem em primeiro lugar. Em seguida, estão aquelas ligadas à indústria (14,1%), software as a service (11,7%) e sustentabilidade (10,9%).

Costumo dizer que todo investimento deve ser feito com estratégia e crença no negócio. E esse cenário é animador porque mostra que existe grandes oportunidades de crescimento para ambas as partes.

E aí, sua empresa investiria em uma startup?

Você pode gostar
Leia mais

Sobre as descobertas por acaso

Publicado originalmente no LinkedIn do Henrique Makauskas, Co-Founder and CTO na Zmes Há sempre algo novo esperando um olhar atento!…