Mídia de performance tem mais flexibilidade para ser mexida

Em reportagem divulgada dia 11 de julho, o Valor Econômico mostra como o tema rentabilidade e eficiência foi para o topo da agenda dos líderes das empresas fortes no digital.

Entre os pontos abordados, o veículo fala do aumento de investimento nas ações de marketing nos apps e sites das plataformas, e uma racionalização maior dos incentivos em buscadores, após a alta na inflação dos “cliques” entre 2020 e 2021.

Ao jornal, nosso CEO e fundador comentou como “essa é uma das maiores despesas dessas empresas digitais e a mais fácil de ser mexida”. “Como se trata de uma compra de mídia de performance, ela é fundamental hoje, mas há maior flexibilidade em ajustá-la”, afirmou.

A matéria completa pode ser lida no site do jornal.

Você pode gostar
Leia mais

Zmes tem novo sócio e CGO

Celio Guida será sócio e Chief Growth Officer da Zmes Publicado originalmente no site do Propmark. A Zmes…
Leia mais

Zmes e Grupo RD na Exame

A parceria entre a Zmes e a RD ganhou nota  no boletim Bússola hoje, da edição eletrônica da Exame.…