Pinterest e o poder do shoppable content

De acordo com dados da própria plataforma, há mais de 400 milhões de usuários globalmente e 38 milhões só no Brasil 

Dentre os hábitos digitais dos consumidores na pandemia, o desenvolvimento de novos hobbies, tais como decoração e gastronomia, merece destaque. Muitas pessoas aproveitaram o tempo em casa para revolucionar a cor das paredes ou em elementos DIY, além de experimentarem novos pratos e ingredientes na cozinha. Um dos aliados nessas tarefas foram as funcionalidades da plataforma Pinterest, especialmente o shoppable content.  

Além de imagens atrativas sobre diversos assuntos, a plataforma conta ainda com a possibilidade de salvar o conteúdo em pastas, o que facilita a experiência de navegação. Além disso, recentemente, o Pinterest criou os buyable pins, que permitem novas possibilidades de vendas aos anunciantes.  

A seguir, você confere mais sobre a Shopping List do Pinterest, que complementa as outras funcionalidades da plataforma e a consolida como uma das grandes oportunidades para os varejistas.  

Shopping list do Pinterest: mais uma grande funcionalidade da plataforma 

O Pinterest tem se posicionado há anos como uma fonte de inspiração que pode levar à conversão e até mesmo às compras online. Além de melhorar o rankeamento de marcas por meio do SEO, ao longo dos anos, a plataforma tem buscado entender melhor o relacionamento dos consumidores com os produtos e serviços que desejam comprar.  

O resultado dessa preocupação foi a criação de funcionalidades como pins compráveis, pesquisa visual, testes envolvendo realidade aumentada, recomendações de produtos, livestreaming e muito mais. Hoje, a empresa está lançando outro recurso com o objetivo de transformar os Pins salvos dos usuários em compras: uma lista de compras dentro da plataforma.  

O novo recurso salva automaticamente todos os pins de produtos em um só lugar. Dessa forma, quando o usuário estiver pronto para comprar, não terá que procurar pelos pins salvos. Lá, estarão informações de que precisa, incluindo o preço de um item, avaliações e informações de envio em uma grade uniforme para que possa comparar produtos e tomar decisões. 

Entretanto o principal diferencial da shopping list do Pinterest é que ela é capaz de avisar ao usuário que salvou determinado pin em uma lista de compras sobre mudanças de preço daquele produto. Dessa forma, a funcionalidade deixa de ser meramente organizacional, mas também assume o papel de um poderoso gatilho que pode encorajar os usuários a fazerem a compra. 

O recurso será lançado anteriormente nos EUA e no Reino Unido e, posteriormente, na Austrália, Canadá, França e Alemanha no final do ano, diz o Pinterest. 

Shoppable content e Social Commerce 

O shoppable content é o conteúdo “comprável” do Pinterest. Além desse termo, vale entender o social commerce ,uma tendência embrionária no comportamento de compras nos Estados Unidos. Ela representa apenas 4,0% de todas as vendas de e-commerce no varejo do País. Para que plataformas sociais como o Pinterest tirem proveito disso e façam a engrenagem começar a girar é preciso investir em recursos focados em conversão. Por este motivo, a lista de compras (ou shopping list) do Pinterest, será essencial. 

Vale também entender que, até agora, o Pinterest concentrou a maior parte de seu trabalho em e-commerce no reforço da descoberta e inspiração. Apesar de ser a terceira plataforma mais popular para compras entre os digital buyers dos EUA, atrás do Facebook e Instagram, apenas 4% dos entrevistados em uma pesquisa da Bizrate Insights de abril de 2021 afirmaram ter comprado algo do Pinterest no mês anterior à pesquisa.  

Entretanto, há hoje 81 milhões de usuários da plataforma nos Estados Unidos e, até 2025, o número aumentará para 95 milhões. A estimativa é de crescimento em números e como se trata de uma funcionalidade que ainda será lançada, é preciso estar de olho em como os consumidores se comportarão.  

Se for possível, vale testar ações estratégicas quando a funcionalidade for lançada no Brasil. Quem sabe essa não acaba sendo uma jogada que destaca sua marca da concorrência? 

4 formas de usar o Pinterest para destacar seu negócio

Publicar imagens cativantes e que capturem a atenção da audiência é o primeiro passo para se destacar no Pinterest. Dessa forma, tenha um banco de imagens próprio, com elementos que reforcem sua identidade visual e que traduza o espírito de seu produto ou serviço. 

Crie livestreaming 

O universo de livestreaming só cresce e teve seu ápice durante o isolamento social. Entretanto, muitos consumidores se acostumaram e até gostaram da modalidade, especialmente do live shopping. Analise se esta é uma oportunidade para seus negócios e, se for, aproveite para inserir a modalidade em sua estratégia. 

Invista em ações Social Commerce 

Embora ainda esteja crescendo lentamente, o Social Commerce pode começar a se destacar. O comportamento do consumidor nunca foi tão imprevisível. Vá testando táticas para usar as redes sociais a seu favor e, quem sabe, você possa identificar que elas são suas aliadas não só em táticas do topo, mas também do fundo do seu funil.  

Faça curadoria dos shoppable products 

Escolha com cuidado os produtos que serão os “compráveis”. Vale investir naqueles mais interessantes de se fotografar e que possam gerar um bom storytelling. 

Você pode gostar
Leia mais

SEO: ainda relevante, mesmo após 20 anos

75% dos profissionais de marketing ainda consideram o SEO como a mais eficiente tática do marketing de conteúdo  Search Engine Optimization. Quem nunca ouviu falar de SEO nunca trabalhou com…