Mobile: Brasil é o segundo em tempo de uso (já deveria ser a tela principal da sua marca)

Apenas o público da Indonésia gasta mais tempo em smartphones do que os brasileiros. Nos EUA, em 2020, o tempo gasto em mobile foi 13,8% superior ao de 2019, representando o maior crescimento desde 2014 

Com a pandemia, as pessoas foram levadas a usar apps mobile com muito mais frequência: para delivery de comida, pagamentos digitais, compras de supermercado e muito mais. Até mesmo os apps de namoro se mostraram resilientes durante o isolamento social. 

Dessa forma, as pessoas se acostumaram a novas experiências de compras e já se habituaram a experimentar dispositivos móveis para atividades corriqueiras, o que deve permanecer mesmo com o fim da pandemia. 

De acordo com o eMarketer, os celulares serão responsáveis ​​por cerca de um terço (33,2%) do tempo gasto em plataformas de mídia em 2021, nos Estados Unidos. No final de 2023, essa participação aumentará para 35,0%.  

No decorrer da leitura, vamos abordar o tempo gasto em smartphones e oferecer informações para que você atraia parte desse tempo gasto pela sua audiência para o seu negócio.  

Perfil de uso dos dispositivos mobile  

Em 2020, cada brasileiro passou, em média, 4,8 horas por dia utilizando o seu smartphone, de acordo com relatório do App Annie, o que representa um aumento de 1 hora em relação à média de 2019. O Brasil é o segundo do ranking de maior tempo de uso diário de smartphones (apenas a Indonésia, com 5,2 horas diárias ultrapassa o País).  

Parte considerável desse tempo é gasta no aplicativo de trocas de mensagens, WhatsApp. E por falar em apps, dos 10.1 bilhões de downloads, o TikTok contou com mais de 2 bilhões, de acordo com dados coletados pelo SensorTower.  

Já nos Estados Unidos, o tempo gasto com dispositivos móveis aumentou em média 31 minutos por adulto em 2020, chegando a 4 horas e 16 minutos. 

Aplicativos e redes sociais 

Dos 4h06 do tempo total de internet móvel em 2021, cerca de 79%, ou 3h14, serão em aplicativos, enquanto 0:52 serão em navegadores. O número revela, portanto, que os usuários de smartphones claramente preferem uma experiência de aplicativo e é este o responsável pela grande parte do tempo gasto em mobile. 

De acordo com apontamentos do eMarketer, seja em navegadores ou em aplicativos, a estrela durante a pandemia, ao menos nos EUA, foram os programas de social audio e podcasts. A média é de 21 minutos por dia em 2021, um minuto acima de 2020.  

As redes sociais também tiveram aumento no uso médio, o que claramente tem a ver com o isolamento social. Em 2021, 72,3% do tempo de mídia social será em aplicativos, contra 69,1% em 2020. O tempo médio gasto por adultos nos EUA com aplicativos de redes sociais aumentou em 9 minutos entre 2019 e 2020 para uma média de 49 minutos.  

Dentre os aplicativos de redes sociais, mais uma vez o TikTok é o destaque. O app preferido da Gen Z tem tempo médio diário de 37,0 minutos em 2021.  

4 formas de atrair atenção para o seu negócio por meio de smartphones 

Garanta o melhor aplicativo (crie sua própria audiência) 

Não basta um site atrativo e de ótima navegação: se você oferece produtos e serviços, é preciso garantir uma ótima experiência em seu app também. Se não tiver um próprio, firme parcerias em marketplaces, por exemplo, mas não se atenha exclusivamente ao browser. 

Crie para as plataformas 

O resultado do marketing que performa no mobile está diretamente relacionado a habilidade da sua marca de criar conteúdos no formato e linguagem que funcionem para cada plataforma como Instagram e TikTok, muito diferentes entre si. 

Aposte em vídeos e podcasts 

O vídeo é o formato preferido da Geração Z, mas o áudio, com os podcasts são versáteis, perfeitos para criar conteúdo de valor para uma audiência que prefere conteúdos aprofundados. Por isso, crie estrategicamente e de forma segmentada tanto em vídeo quanto em áudio.  

Reforce a conversa e o engajamento 

As redes sociais nunca foram tão relevantes, as pessoas empoderadas pelo smartphone querem dialogar e interagir com as marcas. 

Você pode gostar
Leia mais

SEO: ainda relevante, mesmo após 20 anos

75% dos profissionais de marketing ainda consideram o SEO como a mais eficiente tática do marketing de conteúdo  Search Engine Optimization. Quem nunca ouviu falar de SEO nunca trabalhou com…