A pandemia acelerou o uso de Apps de namoro. O que sua marca tem a ver com isso?

Aumento no uso de aplicativos de encontros pode chegar a 400% no Brasil, de acordo com região 

O isolamento durante a pandemia redefiniu uma série de comportamentos do consumidor, que serão estudados por muito tempo, da filosofia ao marketing. Mas uma das certezas que foram ressaltadas é que nunca a necessidade de companhia e de troca entre humanos se mostrou tão grande. E é exatamente isso que o crescimento das interações em apps de namoro demonstra.  

O eMarketer revelou que o número de usuários de aplicativos de namoro nos EUA chegaria a 26,6 milhões em 2020, o que representou um aumento de 18,4% em relação a 2019. No Brasil, a pandemia gerou aumento entre 30% e 400% no uso desse tipo de app (dependendo da região do país), de acordo com informações da Pew Research. Dados da Forbes revelam aumento de 82% no namoro online global em março de 2020, no auge das medidas de isolamento.  

A seguir, abordamos um pouco mais sobre os apps de namoro e como esse crescimento pode ser vantajoso aos anunciantes nessas redes.  

Mais informações sobre a interação em apps de namoro 

Com o isolamento, cada vez mais pessoas experimentaram aplicativos de namoro. Dados do Tinder (um dos aplicativos mais populares do mundo para essa finalidade), divulgados pela BBC News indicam que o número médio de mensagens enviadas por dia aumentou 19% em comparação com o período anterior à pandemia. Além disso, as conversas chegam a ser até 32% mais longas. 

Outro dado importante tem a ver com o perfil dos usuários: no Tinder, metade do público é composto pela geração Z (pessoas nascidas entre 1995 e 2010). De acordo com pesquisa do eMarketer, quanto maior a idade do usuário, menor é o interesse até mesmo em testar este tipo de aplicativo.  

Nesse contexto, é preciso adequar os apps de acordo com os hábitos da geração Z, que aprecia vídeos, especialmente os do TikTok. Esse público também busca atualização constante do perfil e valorizam a autenticidade e a abertura dos parceiros.  

Com isto em mente, não basta mais dar match, mas é fundamental permitir mais interação antes mesmo que o encontro seja marcado.  

Assim, dentre as principais mudanças no Tinder estão a permissão de vídeos na plataforma e a  interação entre os usuários. Essas simples ações permitem a abertura também para anúncios, assim como o teste em novos formatos.  

4 insights para explorar o potencial dos apps de namoro ao anunciar sua marca 

Use a gamificação a seu favor 

O caráter interativo dos aplicativos de namoro, assim como acontece com os games, permite que os usuários estejam mais abertos a consumirem um conteúdo se isso significar algum benefício. Dessa forma, aposte em vídeos (formato apreciado pelos usuários) que possam desbloquear funcionalidades ou banners que capturem a atenção, por exemplo. 

Crie conteúdo atrativo 

Sua marca não pode ser uma interrupção, mas sim, funcionar como uma espécie de inspiração. Por isso, teste reformule e crie de forma a atrair a atenção dos usuários. 

Aposte em itens relacionados ao nicho 

Produtos ou serviços relacionados ao namoro (como roupas, itens de higiene, produtos de beleza, bilheteria ou restaurantes, por exemplo) têm mais chances de conversão. Anuncie estrategicamente produtos e serviços com esse potencial.  

Segmente e personalize 

Os aplicativos de namoro permitem aos anunciantes diferentes tipos e quantidades de dados. Dessa forma, a segmentação com base na localização pode funcionar baseada na experiência. Promoções atraentes com foco na proximidade podem ser alternativas estratégicas para seu negócio. 

Você pode gostar
Leia mais

SEO: ainda relevante, mesmo após 20 anos

75% dos profissionais de marketing ainda consideram o SEO como a mais eficiente tática do marketing de conteúdo  Search Engine Optimization. Quem nunca ouviu falar de SEO nunca trabalhou com…