A explosão do Pinterest no Brasil

Cerca de 40% dos brasileiros conectados usam a rede social

Além da associação definitiva entre conteúdo e vendas e do crescimento e-commerce na América Latina, a consolidação do Pinterest é outra mudança de comportamento ocasionada pela pandemia. A plataforma é a quarta mais usada nos Estados Unidos, com 28% da população conectada a ela, e está à frente do Twitter, LinkedIn, Whatsapp e Snapchat. 

Já no Brasil, o Pinterest conta com mais de 50 milhões de visitas mensais (o que representa quase um quarto da população). Isso demonstra que mais pessoas estão usando essa rede social que só cresce.

Hoje, vamos conhecer um pouco mais sobre as peculiaridades e o potencial do Pinterest e os motivos por trás do aumento de sua relevância. Você também vai conhecer ideias para se destacar e explorar ao máximo as possibilidades visuais que essa rede tão inspiracional oferece. 

O crescimento do Pinterest e aumento da relevância da rede

Os números expressivos do Pinterest reforçam a importância das imagens tanto em nível de inspiração (especialmente em projetos DIY), quanto para venda de produtos. Com um “mecanismo de descoberta visual” (ou Visual Search), o Pinterest é a única plataforma de mídia social a oferecer pesquisa por meio de imagens. 

A pesquisa, inclusive, é um dos principais motivos que levam a Geração Z e Millenials a adotarem a plataforma. A ferramenta Pinterest Lens pode identificar mais de 2,5 bilhões de objetos domésticos e de moda. Essa possibilidade, que funciona como uma espécie de “Shazam de imagens”, tem um potencial de descoberta imenso e funciona como aliado da etapa awareness. Além disso, QR Codes e outras ferramentas de realidade aumentada remetem à plataforma para que o usuário possa acessar receitas, informações sobre produtos e muito mais.

Particularidades do Pinterest

Uma das principais vantagens do Pinterest é sua manutenção mínima. Isso faz com que os usuários da plataforma sejam conhecidos por serem muito engajados e leais, que se envolvem por meio do compartilhamento (“pinning” ou “repinning”). Isso significa que a marca deve produzir conteúdo visual que valha a pena ser “pinado”.

Para os varejistas, o Pinterest está lançando um programa de ‘Buyable Pins’, ou seja, “pins que podem ser comprados”. Assim, os produtos poderão ser adquiridos diretamente da plataforma. Esta é uma oportunidade incrível para que as marcas alcancem os consumidores e os levem à conversão sem ter a necessidade de passar por várias telas.

Vale ressaltar também que o Pinterest também é uma ótima maneira de melhorar o SEO e o rankeamento da marca no Google. Dessa forma, o uso de palavras-chave populares e relevantes em quadros e descrições são fundamentais para se destacar no Pinterest. 

Abaixo, listamos mais algumas dicas fundamentais para você usar na estratégia de marketing de mídia social do seu negócio. 

4 dicas para ser relevante no Pinterest e aproveitar todo o potencial da plataforma

1. Apresente a marca adequadamente

Assim como nas outras redes sociais, é fundamental se apresentar clara e criativamente também no Pinterest. Considerando o peso que as imagens têm na rede (até mais do que no Instagram), certifique-se de que as imagens (especialmente a foto de capa) tenham alta resolução e que sejam atraentes para alcançar seu público. Além disso, vale posicionar a marca por meio de uma descrição que justifique o interesse do seu seguidor.  

2. Seja conteúdo, não anúncio

Desenvolva uma estratégia visual que seja interessante não apenas para apresentar seu produto, mas que seja relevante para o público. Mas nem só de imagens vive a rede: vale investir em conteúdo (especialmente na descrição de produtos) altamente relevante e envolvente. Lembre-se que a pesquisa no Pinterest é fundamental e ela significa que há um efeito de cauda mais longa tanto para conteúdo pago quanto para o orgânico.

3. Invista em ferramentas exclusivas da rede, que levam à conversão

Foque em ferramentas de pesquisa visual como o Shop The Look, que permite que os usuários do Pinterest vejam seus produtos em composições criativas e ao lado de outros produtos. Além dela, os rich pins, que permitem que os usuários tenham acesso direto ao seu site ou blog sem sair do Pinterest é interessante, especialmente para a etapa de awareness.

4. Mensure para avaliar posicionamento e identificar oportunidades

As análises nativas do Pinterest, bem como a integração de automações com a rede social permite que seus analistas tenham uma visão de 360 ​​graus do desempenho do negócio. Vale mapear quais pins estão obtendo mais cliques e impressões e quais estão gerando mais tráfego e vendas, a fim de entender quais tipos de conteúdo estão repercutindo em seu público e como você pode aprimorar seus esforços.

Você pode gostar
Leia mais

Livestreaming de beleza

De acordo com o eMarketer, em 2020, houve crescimento de quase 10% do varejo em beleza na China.…
Leia mais

SEO: ainda relevante, mesmo após 20 anos

75% dos profissionais de marketing ainda consideram o SEO como a mais eficiente tática do marketing de conteúdo  Search Engine Optimization. Quem nunca ouviu falar de SEO nunca trabalhou com…